Sábado, 9 de Janeiro de 2010

Livro "Pessoas como nós"

“Aos homens falta sempre uma peça. Pelo menos até aos trinta anos. Primeiro, porque não fazem a mínima ideia do que é o amor. Depois, quando o descobrem, não fazem a mínima ideia do que fazer com ele.”

 

“Quando se ama desesperadamente uma pessoa, nunca se aceita a sua perda. E acabamos por procurar em outras pessoas bocados daquela, como se fosse possível acabar um puzzle com peças de diferentes jogos.”

 

Pessoas como nós,

Margarida Rebelo Pinto

 

Rabiscado por Menina_Borboleta às 21:28
link | comentar | favorito
4 comentários:
De Rach♥ a 9 de Janeiro de 2010 às 22:54
LINDOOOO! *.*
beijinhoos
De Savannah ♥ a 9 de Janeiro de 2010 às 23:07
Adorei a última frase. É que é mesmo verdade !


Beijinhos *
De DramaGirl a 12 de Janeiro de 2010 às 21:30
O último parágrafo está fantástico! Eu confesso que tenho tendência a comparar todos os rapazes que conheço com o Bruno mas isso não me leva a nada (só a frustrações mesmo). Não há ninguém igual a ele, só pessoas piores. Isto são os pensamentos de alguém perdidamente apaixonada.
Gosto do teu blog :)! Já leste o novo livro da Margarida Rebelo Pinto?
Beijinhos
De Menina_Borboleta a 12 de Janeiro de 2010 às 21:53
Que bom q gostas do meu blog xD

Ainda não, a ver se õ leio

Comentar post

.mais sobre mim

.arquivos

. Janeiro 2013

. Julho 2012

. Junho 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags